top of page

A importância de análise de águas para vinicolas

Escrito por: Nicole Bins - Consultora de Projetos

da Quimlabor Jr.


O vinho é uma bebida muito apreciada e consumida no Brasil, com uma média de 2,64 litros por ano por pessoa, segundo a Ideal Consulting, e esta média aumenta a cada ano. O consumo do vinho é muito comum no inverno, principalmente nas regiões mais frias do país, porém, até chegar nas prateleiras pronto para ser consumido, as vinícolas produzem durante todo o ano, e precisam seguir parâmetros rígidos para um vinho de qualidade.


Legislação vigente


Existem, no Brasil, leis e normas que regem e controlam os parâmetros de qualidade e identidade dos vinhos produzidos pelas vinícolas daqui. O Ministério da Agricultura é responsável pela portaria 229, de 25 de outubro de 1988, na qual são definidos os diferentes tipos de vinhos existentes, bem como indicados os teores máximos e mínimos permitidos para a fabricação destes, que precisam ser seguidos por toda vinícola do país.


Análises necessárias


Para este fim, tais parâmetros devem ser analisados analiticamente nos vinhos comercializados, através de procedimentos determinados pelas Organização Internacional da Uva e do Vinho -"Organisation Internationale de la Vigne et du Vin" - OIV e Associação Oficial de Químicos Analíticos - "Association Official of Analytical Chemistry" - AOAC.


Dentre as análises necessárias para o processo de viticultura, podemos destacar:

  • Análise do vinho: análise do produto final, a fim de estar dentro dos limites de ingestão estabelecidos para certos compostos presentes na bebida. Aqui são analisados os parâmetros físico-químicos do produto final, como: pH, densidade, teor alcoólico, cloretos, teor de amônio, determinação dos parâmetros referentes à coloração dos vinhos, entre outros.


  • Análise de águas: aqui, é importante analisar as águas usadas no processo de fabricação do vinho e de plantação da uva, como água de irrigação. São analisadas as características físicas e químicas da fonte de água, para certificar-se da qualidade desta e que esteja livre de microrganismos ou contaminantes prejudiciais à uva e à terra, que vão parar no produto final ou prejudicam a plantação.


  • Análise dos efluentes gerados pela vinícola: são analisados os efluentes líquidos quanto à concentração de compostos, para certificação de que possam ser descartados corretamente e dentro do determinado pela legislação. Por exemplo: concentrações de carbono orgânico, metais, sólidos em suspensão, oxigênio, cloretos, fluoretos, sulfatos, pH, etc.


Em vista da importância de tais análises para a qualidade dos vinhos produzidos e consumidos pelos brasileiros, a Quimlabor Jr. oferece análises que ajudam sua vinícola a estar dentro dos padrões exigidos pela legislação, te ajudando a manter a qualidade de seu produto! Deseja saber mais sobre ou realizar uma análise? Entre em contato agora!


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page