top of page

Análise de Solos: Caracterização e Determinação da Fertilidade

Escrito por: Diego Menezes Gonçalves - Consultor do Marketing e da Presidência da Quimlabor Jr.


O solo terrestre possui grande importância para nós seres humanos e para o meio ambiente. Além de ser um importante fator na biodiversidade das espécies, o solo também é fundamental para a agricultura. Caso o solo não esteja em condições adequadas, pode haver prejuízos na safra.

  • Mas o que levou a esse resultado?

  • Qual é a garantia de que o solo é propício para o cultivo de uma determinada espécie?

  • É possível conhecer previamente os resultados que aquele solo trará?

  • Se sim, como?

Se esses são alguns de seus questionamentos, não se preocupe, iremos esclarecê-los para que assim, você tenha o conhecimento de quais são os principais fatores que influenciam na qualidade do solo.


A qualidade do solo está associada a diversos parâmetros físicos e químicos que estabelecem a sua fertilidade - fator fundamental para um bom desempenho em épocas de plantio - bem como suas principais características. Através de estudos, foram determinados os parâmetros mais importantes e seus níveis mínimos para que o solo esteja adequado. Para verificar esses parâmetros, podem ser realizadas análises em laboratório, cujos resultados devem ser comparados aos limites estabelecidos pela legislação brasileira, mais especificamente pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).


ANÁLISES FÍSICAS


Esse tipo de análise é utilizado para determinar frações minerais da terra, verificando porcentagens de argila, silte e areia. A partir dessa análise, o solo pode ser classificado de acordo com os tipos estabelecidos pelo Ministério da Agricultura - se é arenoso ou argiloso, por exemplo. Dessa forma, é possível entender qual a necessidade de água para o plantio, o índice de erosão da terra e qual será a mecanização mais adequada.


PARÂMETROS:


  • Umidade do solo;

  • Granulometria do solo;

  • Avaliação de argila do solo;

  • Densidade do solo;

  • Porosidade do solo;

  • Relação silte/argila;

  • Condutividade hidráulica do solo;

  • Volume de saturação do solo;

  • Limite de liquidez do solo;

  • Limite e índice de plasticidade do solo;

  • Limite de pegajosidade do solo.


ANÁLISES QUÍMICAS


As análises químicas são ferramentas úteis para avaliar como estão os macronutrientes e os micronutrientes do solo. Com isso, pode-se verificar a fertilidade do solo e, a partir da necessidade nutricional das culturas, recomendar a correção com calcário ou adubação.


MACRONUTRIENTES:


  • pH em água e pH em potencial;

  • Matéria orgânica;

  • Nitrogênio total;

  • Fósforo e Potássio (P e K);

  • Cálcio e Magnésio (Ca e Mg);

  • Enxofre (S).


MICRONUTRIENTES:


  • Boro (Br);

  • Cobre e Zinco (Cu e Zn);

  • Molibdênio (Mo);

  • Cloro (Cl);

  • Alumínio trocável (Al);

  • Sódio (Na).


A COLETA DAS AMOSTRAS


Um fator relevante nessas análises é a amostragem e a coleta do solo. Para realizar a análise, é de extrema importância que seja coletada uma amostra representativa do solo. Além disso, cada análise demanda um recipiente e uma metodologia adequados para realizar a coleta. Por isso, apesar de parecer algo simples, é necessário um estudo prévio para realizar essa etapa.


A Quimlabor Jr. realiza caracterizações e análises de fertilidade de solos. Podemos te ajudar a entender o que pode houver de errado com seu solo e o que fazer para deixá-lo adequado antes do plantio. Deseja realizar uma análise? Chama a gente!

Entre em contato para mais informações.

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page